Morre o Pai da Moderna Ornitologia Brasileira

Faleceu no dia 5 de maio, em seu modesto apartamento no Rio de Janeiro, o Dr. Helmut Sick, vítima de problema cardíaco. Sua morte foi anunciada por alguns órgãos da grande imprensa de forma muito discreta. Autor de inúmeros trabalhos científicos, inclusive do já clássico ORNITOLOGIA BRASILEIRA, UMA INTRODUÇÃO, o Prof. Sick tinha 81 anos. Em 1989 concedeu uma entrevista para AO (nº28) onde revelou interessantes aspectos da sua vida. Neste número, o Dr. Pedro Scherer Neto, um dos seus mais destacados discípulos, escreve um artigo sobre sua vida e seu trabalho.


Uma «Graúna» foi redescoberta no Nordeste

O «Anumará» é uma espécie de «Pássaro-preto», da família dos icterídeos, muito parecido com a famosa «graúna» Scaphidura orizivora do Nordeste.

Descoberto em 1880, pelo ornitólogo inglês W.A.Forbes, permaneceu praticamente desconhecido até 1981, quando o ornitólogo Jacques Vielliard descobriu uma população nidificando em Alagoas.

Analisando as primeiras informações biológicas reunidas sobre o «Anumará» (Studer e Vielliard, Revue Suisse de Zoologie 95, 1988, 1063-1077), J. Vielliard chegou à conclusão que esta espécie representa um novo gênero. Trata-se de uma espécie antiga, mostrando características ancestrais na construção do seu ninho e na composição do seu canto. Sua distribuição geográfica é relictual, com somente uma pequena população em Alagoas e outra no Parque do Rio Doce, em Minas Gerais. Enfim, o «Anumará» é uma espécie particularmente sensível às modificações ambientais, fazendo-a engrossar a lista das espécies brasileiras ameaçadas de extinção.

Este novo gênero foi apresentado por J.Vielliard no último Congresso Internacional de Ornitologia, em Nova Zelândia, em 4 de dezembro p.p. e foi batizado Omarornis, em homenagem ao grande defensor da natureza, Omar Fontana, Presidente da Associação de Preservação da Vida Selvagem, que sempre apoiou as pesquisas ornitológicas de Jacques Vielliard.

 

AO - SERVIÇOS - LINKS