Edição Número 81 - JANEIRO/FEVEREIRO de 1998 - Pág. 2 -ISSN 0104-2386

AO Number 81 - Janeiro/Fevereiro 1998 - P.2

 

Levantamento prévio de passeriformes da Reserva Particular do Patrimônio Natural Papagaios Velhos, município de Palmeira-PR, Brasil

Cassiano Fadel Ribas *- Curitiba-PR

Resumo de monografia

A importância de estudos avifaunísticos, em unidades de conservação, constituem-se nos primeiros passos para que se possa compreender as alterações que ocorrem nas comunidades locais e criar sistemas de manejo adequado.

A área deste estudo localiza-se na região dos Campos Gerais, 2° planalto paranaense, sul do Brasil, no município de Palmeira ( 25° 25’ S 49° 49’W ), com um total de 153 ha.

O ambiente é caracterizado por várias formações vegetais, que imprimem fisionomias distintas. Os campos predominam na área, apresentando zonações diferentes com agrupamentos vegetais específicos, compreendem os campos secos, úmidos, pedregosos, banhados, bem como a vegetação de transição.

Os capões constituem pequenas áreas de vegetação arbórea ilhados na imensidão dos campos, ocorrem como matas quase circulares em pequenas depressões ou nas cabeceiras das nascentes, seu aspecto e composição é variável, dependendo das condições florísticas locais e do estágio de desenvolvimento. Os capões mais desenvolvidos tem aspecto de floresta, predominando na parte central as árvores características da formação de araucária.

Esta pesquisa foi realizada com o objetivo geral de inventariar as espécies de passeriformes que ocorrem dentro da Reserva Particular do Patrimônio Natural Papagaios Velhos, e estudar a estrutura geral das comunidades assim como os processos de utilização da reserva pelas aves.

Para se atingir os objetivos previstos, analisou-se a avifauna da região, através de um inventário qualitativo, onde utilizou-se de técnicas tradicionais de reconhecimento específico por contatos auditivo e visual.

Foram identificados na R.P.P.N. Papagaios Velhos durante o período de outubro de 1996 a agosto de 1997, um total de 100 espécies de passeriformes, divididos em 18 famílias, representando 26,5% do total de passeriformes registrados para o Estado do Paraná. Deste total as famílias com maior representatividade foram Tyrannidae(25%), Emberizidae (25%), Furnariidae (12%), Icteridae (7%).

As espécies mais freqüentes na área deste estudo foram: Volatinia jacarina, Saltator similis, Cyclarhis gujanensis, Gnorimopsar chopi, Molothrus bonariensis, Zonotrichia capensis.

O número de espécies variou muito de acordo com cada ambiente; a floresta foi o que apresentou maior diversidade com 70 espécies, perfazendo um total de 56% da amostragem. Outro ambiente bem representado foi o campo com 37 espécies(29%).

As áreas alteradas representaram 13% do total de passeriformes da área e, apenas o brejo apresentou poucos registro, pois apenas 03 espécies utilizam potencialmente este ambiente, são elas: Embernagra platensis, Pseudoleistes guirahuro e Serpophaga nigricans. Do total 24 espécies são comuns a mais de 01 ambiente.

Destacam-se os taxons: Zonotrichia capensis, Pitangus sulphuratus, Tyrannus melancholicus e Carduelis magellanicus, que foram registrados em 03 ambientes que são: a floresta, o campo e as áreas alteradas.

Dentre as 100 espécies registradas, foram identificadas as seguintes guildas tróficas: insetívoros com 56 espécies, onívoros com 18 , granívoros com 16, frugívoros com 09 e com apenas 01 representante os nectarívoros.

Estudos específicos sobre passeriformes ainda são escassos no Estado do Paraná, de uma maneira geral os dados existentes abrangem as duas sub-divisões adotadas para a Classe Aves. Os resultados desta pesquisa somam-se aos existentes melhorando o conhecimento científico sobre a avifauna dos campos gerais, ambiente este bastante modificado por ação antrópica, para ampliar cada vez mais as fronteiras agropecuárias.

Os inventários avifaunísticos se constituem no primeiro passo para o desenvolvimento de estudos mais aprofundados em uma determinada região, servindo como embasamento para outros trabalhos mais específicos, sempre contribuindo para a compreensão das alterações locais possibilitando ações de manejo para uma efetiva conservação, garantindo um equilíbrio desejável entre diferentes populações animais.

 

Resumo de monografia apresentada no Curso de Biologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC) em 1997.

* Biólogo - PUC/Pr.

AO - SERVIÇOS - LINKS
Você pode enviar perguntas ou comentários sobre este site para ATUALIDADES ORNITOLÓGICAS.
Send mail to ATUALIDADES ORNITOLÓGICAS with questions or comments about this web site.
Última modificação (Last modified): 16-dez-2012