Edição Número 83 - Maio/Junho de 1998 - Pág. 8 -ISSN 0104-2386

AO Number 83 - May/June 1998 - P.8

Projeto Mamirauá.

A composição da avifauna do Mamirauá no contexto das várzeas amazônicas

José Fernando Pacheco - Rio de Janeiro

A composição da avifauna da Reserva de Desenvolvimento Sustentado do Mamirauá (RDSM) reflete a avifauna da Alta Amazônia sob o domínio das florestas de ambientes criados pela água. Restringindo o domínio no qual a RDSM está inserido, pode-se afirmar que sua a avifauna corresponde ao conjunto da avifauna de várzea do setor Solimões. Basicamente, na Amazônia a avifauna de várzea pode ser macrozoneada em quatro conjuntos principais: Baixo Amazonas, Napo-Pastaza (Equador, nordeste do Peru), conjunto do Marañon/Solimões e conjunto sudeste do Peru. As demais avifaunas relacionadas aos demais ambientes amazônicos criados pela água, como apresentado por Remsen & Parker (1983. Contribution of river-created habitats to bird species richness in Amazonia. Biotropica, 15(3):223-231), estão agrupadas em outros conjuntos estranhos ao domínio das águas brancas, como a do Solimões. Estes conjuntos se caracterizam por composição diferenciada, determinada pela presença de endemismos ou freqüência particular de seus componentes. A diversidade absoluta em número de espécies destes conjuntos aumenta de leste para oeste, repetindo o mesmo fenômeno conhecido para a avifauna de terra firme. Logo, a avifauna inventariada em várzeas do Baixo Amazonas tende a ser menos diversa que aquela inventariada em porções do Napo ou Ucayali, na Amazônia ocidental. Devido a este mesmo fenômeno a diversidade de espécies de aves da região do Solimões, incluindo a RDSM, atinge níveis intermediários de riqueza.

A diversidade da avifauna de setores da Amazônia dominados pela várzea é influenciado diretamente por três fatores: históricos - que são inerentes a região onde a várzea está inserida, com suas particularidades biogeográficas, alto níveis de endemismos; conservação - onde os níveis de alteração antrópica determinam a ausência e a presença de componentes da avifauna, respectivamente, entre elementos beneficiários das condições antrópicas e outros sensíveis a modificação ambiental ou pressão de caça e, finalmente, a existência de faixas de transição com ambientes florestados de terra firme - responsável direta pela presença de um conjunto de espécies que habitam (algumas exclusivamente) estas regiões de interface.

A ausência de uma faixa física de transição com a terra firme na RDSM, responde pela perda de vários elementos típicos destas zonas. A avifauna é basicamente na RDSM semelhante aquelas das grandes ilhas fluviais de idade maior do oeste amazônico, faltando quase completamente os elementos de terra firme que em outras regiões ocorrem marginalmente nas várzeas. Por outro lado, o complexo da RDSM, inclui avifaunas típicas da floresta (restinga), do chavascal e das ilhas novas em formação, cobertas por Salix e Cecropia. As aves aquáticas, que retiram seu alimento diretamente do espelho d'água, as de vida aérea (andorinhões, especialmente) e as dos ambientes antrópicos completam o conjunto da avifauna da RDSM.

O inventário da avifauna foi conduzido pelo autor entre janeiro de 1993 e setembro de 1994, como parte integrante dos estudos preliminares de preparação do plano de manejo da unidade de conservação, e resultou no registro de cerca de 360 espécies.

UFRJ- Instituto de Biologia, Depto. de Zoologia, Laboratório de Ornitologia, CCS Cidade Universitária, 21944-970 - Rio de Janeiro - RJ, Brasil

Fotos de Luiz Claudio Marigo captadas no Projeto Mamirauá. 
Na seqüência:
Anhinga anhinga, Busarellus nigricollis, Chloroceryle amazona, Heliornis fulica, Anhima cornuta, Crotophaga major, Eurypyga helia, Galbula ruficauda, Phaetusa simplex, Ara macao, garças e biguás, alojamento do Projeto Mamirauá, Trigrisoma lineatum

 


AO - SERVIÇOS - LINKS
Você pode enviar perguntas ou comentários sobre este site para ATUALIDADES ORNITOLÓGICAS.
Send mail to ATUALIDADES ORNITOLÓGICAS with questions or comments about this web site.
Última modificação (Last modified): 03-mar-2014