N.88 - Março/Abril (March/April) de 1999

 

Padrões atuais de distribuição de aves florestais na região sul do estado do Espírito Santo, Brasil

Resumo de Dissertação

Claudia Bauer- Rio de Janeiro-RJ

O presente estudo objetivou determinar os padrões atuais de distribuição de aves residentes florestais no sul do Estado do Espírito Santo. Para tanto, foi efetuado um inventário qualitativo da avifauna em diversos fragmentos florestais na área de estudo. Os resultados do presente inventário foram comparados com os dados de distribuição reunidos para a área de estudo, regiões adjacentes e mata atlântica em geral, derivados de um exaustivo levantamento bibliográfico.

O inventário foi realizado entre outubro de 1996 e outubro de 1998, em oito excursões de 6-19 dias, distribuídas entre as seis regiões consideradas distintas: litorânea, encosta, serrana, alti-montana do Caparaó, baixada de Cachoeiro de Itapemirim e oeste.

Este inventário direcionado resultou no registro de 462 espécies (83,8 % documentadas), que foram suplementadas por 51 diferentes espécies, levantadas a partir de fontes bibliográficas, perfazendo um total de 513 espécies. Destas, 336 foram consideradas 'florestais e residentes' e tiveram seus padrões de distribuição regional analisados neste trabalho.

Este grupo de espécies analisado pode ser dividido em três padrões básicos: exclusivas das florestas de Baixada (83), de Serra (149) e de distribuição ampla (104).

Fazem parte do conjunto inventariado 103 espécies endêmicas do bioma 'Mata Atlântica' e considerando as subespécies este total chega a 180 táxons. Foi corroborada na área de estudo a conclusão de que, nos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, o número de espécies endêmicas aumenta na medida em que aumenta a altitude.

Alguns padrões de distribuição verificados, interessantemente, foram de caráter regional por divergir do padrão conhecido para os estados vizinhos e Mata Atlântica em geral. Recomenda-se que outros estudos desse tipo devam ser implementados, a fim de melhor subsidiar estudos biogeográficos mais amplos e decisões locais de natureza conservacionista.

Dissertação apresentada à Coordenação de Pós-Graduação em Zoologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, como parte dos requisitos necessários à obtenção do grau de mestre em ciências biológicas - Zoologia

AO - SERVIÇOS - LINKS
Você pode enviar perguntas ou comentários sobre este site para ATUALIDADES ORNITOLÓGICAS.
Send mail to ATUALIDADES ORNITOLÓGICAS with questions or comments about this web site.
Última modificação (
Last modified): 05 março, 2014