Glaucidium brasilianum

As formas têm asas no mundo de NUNES DA COSTA

O mundo colorido de Nunes da Costa tem formas grandiosas, eloqüentes: é todo formado por aves. Um libelo em favor da vida, das asas e da liberdade que plantamos em nossos olhos no dia a dia da remissão. As suas lentes são tão seguras que congelam o momento e nos adoça o coração com a ternura da fauna celeste de todo o Planalto Central.

O sensacional em seu trabalho é que todas as aves foram encontradas em Goiânia e não na determinação de qualquer céu, de qualquer ponto do Brasil. Nunes é experiente fotógrafo brasileiro (ele nos prestigiou em nascer e morar em Goiás). Celebra a sua vida na vida das aves, tema tão singelo, tão angelical, mas que seduz o homem até hoje, que quer sempre voar com suas próprias asas.

É improvável que o espectador se mantenha alheio à cena quando, na verdade, ele é o observado pelas próprias aves do fotógrafo: as asas que nos levam a flutuar. As aves de Nunes são em tal número que não temos como decorar seus nomes: o urutau que se equilibra feericamente na frieza do ferro e do concreto na Grande Cidade onde a natureza é um cotidiano corrente; os canários-da-terra e sua supremacia no mundo das asas; os periquitos e suas cores nacionalíssimas da bandeira do Brasil; os pica-paus e sua convicção de furadores do oco do mundo. São aves pousadas e posados para as lentes do fotógrafo, que nos presenteia com grande uma aula de vida natural. Pelas suas fotografias pode se ver o cordão umbilical da vida. Por elas pode se chegar mais perto de Deus, com suas pequenas criaturas mensageiras de infinito.

Fica explicita a maestria dele em capturar momentos etéreos dessas criaturas que voam como nuances em nossas memórias, assim como a força onipresente de Deus em nos proporcionar espetáculo de incomum beleza. Ele faz uma homenagem não somente a Deus, mas a toda cidade de Goiânia, que percorre como nunca o caminho da vida e que se perde, às vezes, na direção da morte ao esquecer todos os conselhos sábios da natureza. Essa que reúne em torno de si a essência do ser humano. Com suas fotos ele nos dá uma aula de amor a natureza quando a vida, aos poucos, vai se tornando passageira.

Como todo registro de Nunes é um convite à própria vida, fica para o espectador o conselho do sábio poeta: "Uns passarão. Eu passarinho". Assim como toda fotografia sua é um corpo celeste de forma e cor, fica para nós a certeza de que estamos cada vez mais presentes na onírica e suprema presença de Deus. Nesta sua exposição é preciso que deixemos as cerimônias do consumo e que nos dediquemos, total e devotadamente, ao desejo dos olhos, de querer aprender com as aves viver toda eternidade. E sendo, sempre, elementos do Pai, como as estrelas que derramam seus brilhos de diamantes NO CÉU QUE NOS COBRE.

Ulisses Aesse

Contato com Nunes da Costa: avenunes@hotmail.com

Fone/Fax: [62] 241-9284 Goiânia-GO

AO - SERVIÇOS - LINKS
Você pode enviar perguntas ou comentários sobre este site para ATUALIDADES ORNITOLÓGICAS.
Send mail to ATUALIDADES ORNITOLÓGICAS with questions or comments about this web site.
Última modificação (Last modified): maio 05, 2005